SAMAEL AUN WEOR






Samael Aun Weor, pseudónimo de Victor Manuel Gómez Rodríguez (Bogotá, 6 de março de 1917 — Cidade do México, 24 de dezembro de 1977), foi um escritor, palestrante e fundador do Movimento Gnóstico Cristão Universal. Seu ensinamento de "A Doutrina da Síntese" de todas as religiões em ambos os seus aspetos esotéricos e exotéricos tem sido chamado de Neognóstico pelo historiador do esoterismo Arthur Versluis [3] e chamado pelo historiador Jean-François Mayer "a ciência da consciência ou o conhecimento que pode ser alcançado através de certas técnicas." Em seus mais de sessenta livros e centenas de conferências realizadas, ele descreve um ensinamento chamado de "gnosis", a palavra grega para "conhecimento", a partir do qual é derivado o nome de "gnosticismo".


Biografia

Victor Manuel Gómez Rodriguez nasceu em Bogotá, Cundinamarca, República da Colômbia, filho de Manuel Gómez Quijano e Francisca Rodríguez de Gómez. Ele foi batizado na Igreja Católica Romana, mas mais tarde rejeitou a Igreja de Roma. Sua infância e vida familiar não são bem conhecidos, exceto que ele tinha um irmão, e seu pai se casou novamente depois de um divórcio. Ele foi enviado para uma escola católica romana jesuíta, mas logo desistiu desiludido com a religião; ele tinha doze anos de idade na época. Em vez disso, ele investiu a maior parte de seu tempo no estudo de tratados metafísicos e esotéricos. Aos dezessete anos ele começou a participar de um grupo teosófico em Bogotá. Mais tarde, em 1936, ele entrou na sede em Bogotá da Fraternidade Rosacruz Antigua. O médico alemão Arnold Krumm-Heller fundou a Iglesia Gnostica (Igreja Gnóstica) no México em 1910 e no Brasil fundou a Fraternidad de Rosacruz Antiqua (Fraternidade dos Rosacruzes antigos). Entre o tempo após a segunda guerra mundial e sua morte em 1949, Krumm-Heller retomou o contato com seus alunos América Latina, onde ele encontrou e, posteriormente, orientou Victor Rodriguez, que seria posteriormente levar o nome Samael Aun Weor. 

Mais tarde na vida, como escritor, conferencista e professor gnóstico, ele iria demonstrar um profundo conhecimento esotérico de ambos os clássicos orientais e ocidentais. Em 1947, Vitor Manuel afirmou que Arnolda Garro seria conhecida como Mestra Litelantes- era sua «esposa-sacerdotisa». Ele afirmou que ela tinha iniciado o estudo na prática de "estados de Jinas", isto é a introdução do corpo físico na quarta dimensão um ensinamento do por Samael Aun Weor detalha na sua obra O livro amarelo. Desde 1947 Víctor Manuel tinha começado a formar uma grupo com seguidores de Bogotá e em janeiro de 1950 e publicou seu primeiro livro O Matrimônio Perfeito, que publicou com o nome iniciático de «Aun Weor».

Em 14 de Março de 1952, em Ciénaga (Colômbia), Víctor Manuel Gómez foi preso por praticar o curandeirismo sem licença. A acusação disse: "Este cavalheiro, além de cometer o crime de curar os doentes, é também o autor de um livro intitulado O matrimónio perfeito, que é uma ofensa contra a moral pública e decência dos cidadãos". No cárcere ele escreve o livro “Anotações Secretas de um Gurú” (1952).

Escreveu mais de 70 livros. Fundou o Movimento Gnóstico Cristão Universal e a Igreja Gnóstica Cristã Universal, o partido político POSCLA e o Instituto de Caridade Universal (oficialmente instituído como um braço do Movimento Gnóstico).

O instituto teve sua primeira sede fundada em El Salvador em 20 de abril de 1974, a partir das conclusões da Comissão encarregada de elaborar o projeto de Caridade Universal no Congresso Gnóstico Cristão Ecuménico de São Salvador, o qual foi realizado de 27 de dezembro de 1972 até 2 de janeiro de 1973.

Em 1978, além da sede de El Salvador, também já existiam sedes no México, na Colômbia, na Guatemala e em Honduras, tendo no entanto a sua atuação ficado reduzida a alguns países de língua espanhola por um bom período. Logo após chega ao Brasil, a Argentina, Bolívia, República Dominicana e em outros países.

O Partido Obreiro Social-Cristão Latino Americano (POSCLA) foi uma tentativa de levar mais espiritualidade ao mundo político, mas resultaram em um trabalho estéril. Atualmente a atuação do POSCLA se restringe a busca da mudança do indivíduo como princípio fundamental da transformação social através do autoconhecimento.

Samael auto-declarou-se como "Buda Maitreya" e "Kalki Avatar da Era de Aquário". Segundo ele, sua missão seria divulgar o ensinamento gnóstico e as chaves da autorrealização durante a Kali Yuga preparando a humanidade para o advento da futura raça Khorádi, que se seguirá à extinção da atual raça ariana.


Renuncia dos direitos autorais


Embora ele nunca recebeu formalmente qualquer rendimento de suas obras - ele viveu da caridade de seus alunos - em 1976 durante o "Primeiro Congresso Gnóstico Internacional de Antropologia" (27 de outubro e 3 de novembro) na cidade de Guadalajara - México, Samael Aun Weor ele esclareceu sua posição sobre os direitos autorais de suas obras, afirmando:

“Agora, meus queridos amigos, e para sempre, eu renuncio, renunciarei e vou continuar renunciando aos direitos autorais. Meu único desejo é que esses livros sejam vendidos a um preço baixo, acessível aos pobres, acessível a todos os que sofrem e choram! Que até o cidadão mais infeliz possa obter esse livro, com o pouco que tiver em seu bolso! Isso é tudo!”.

—Samael Aun Weor

Comentários

Mensagens mais visualizadas dos últimos 7 dias